loading...

Vacina contra a Covid-19 poderá estar disponível no outono



Previsão é do principal instituto alemão de doenças infecciosas.

O principal instituto de doenças infecciosas na Alemanha disse, esta quarta-feira, ser possível que uma primeira vacina contra a Covid-19 possa estar pronta já no outono.

"O desenvolvimento de vacinas contra o SARS-CoV2 está sob alta pressão em todo o mundo, seguindo várias abordagens. As previsões preliminares sugerem que uma vacina (possivelmente várias) estará disponível no outono de 2020", pode ler-se no site do Instituto Robert Koch.

Este instituto publicou esta quarta-feira um artigo com os principais tópicos para o combate à pandemia até abril de 2021 na Alemanha, entre eles a estratégia de vacinação contra o SARS-CoV2. Foi elaborado com base na "experiência anterior com a pandemia", e inclui os "cenários epidemiológicos futuros a serem considerados".

Em relação à vacinação, o instituto alemão acrescenta que o impacto de qualquer vacina pode ser "moderado" devido a mutações do vírus ou pela duração da imunidade resultante.

Acrescentando ainda que "seria perigoso, neste momento, confiar que uma vacina, a partir do outono de 2020, pudesse controlar a pandemia", como explica a Reuters.

No entanto, o Instituto Robert Koch diz ser "essencial preparar imediatamente uma campanha de vacinação" para o momento em que a vacina eficaz estiver disponível.

MAIS DE 20 VACINAS CONTRA A COVID-19 ESTÃO A SER TESTADAS EM HUMANOS

Há mais de vinte vacinas contra a Covid-19 que estão a ser testada em humanos ou que já receberam autorização para avançar com os testes. E mais de uma centena estão ainda em fase de investigação.

Esta terça-feira, Moscovo anunciou ter uma vacina contra a Covid-19.

ALEMANHA DUVIDA DA "QUALIDADE, EFICÁCIA E SEGURANÇA" DA VACINA ANUNCIADA POR PUTIN

O Ministério da Saúde alemão expressou esta terça-feira dúvidas sobre a "qualidade, eficácia e segurança" da vacina contra o novo coronavírus anunciada pelo Presidente russo, Vladimir Putin.

"Não há dados conhecidos sobre a qualidade, eficácia e segurança da vacina russa", disse uma porta-voz do ministério ao grupo de imprensa regional alemão RND, lembrando que, dentro da União Europeia, "a segurança do paciente é a principal prioridade".

A vacina russa contra a Covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado por Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países.

A produção industrial vai começar em setembro e, segundo o Kremlin, passa a estar disponível em janeiro de 2021.

A VACINA RUSSA É SEGURA E EFICAZ?

De acordo com o chefe de Estado russo, a vacina é "eficaz" e superou todas as provas necessárias assim como permite uma "imunidade estável" face ao Covid-19.

O Ministério da Saúde russo afirmou que uma dupla inoculação "permite uma imunidade longa", que poderá durar "dois anos".

No entanto, muitos cientistas no país e no estrangeiro questionaram a decisão de registar a vacina antes de os cientistas completarem a chamada Fase 3 do estudo.

Essa fase por norma demora vários meses, envolve milhares de pessoas e é a única forma de se provar que a vacina experimental é segura e funciona.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu com cautela a notícia de que a Rússia registou a primeira vacina do mundo contra a Covid-19, sublinhando que deverá seguir os trâmites de pré-qualificação e revisão definidos.

"Acelerar o progresso não deve significar comprometer a segurança", disse o porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, numa conferência de imprensa, acrescentando que a organização está em contacto com as autoridades russas e de outros países para analisar o progresso das diferentes investigações em curso relativamente de vacinas.

Fonte e Foto: SIC

Comente com o Facebook:

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.