loading...

Padeira tem segredo único para fazer pão: urina de casas de banho públicas



Louise Raguet está a fazer pão com um ingrediente único e geralmente desaproveitado: urina de casas de banho públicas femininas. “É um líquido negligenciado, geralmente descartado como lixo”, diz a francesa.

A engenheira e autoproclamada “ecofeminista” Louise Raguet decidiu aventurar-se na arte de fazer pão e, juntamente com a sua equipa de cientistas franceses, está a gerar controvérsia pelo seu ingrediente secreto. Raguet usa urina de mulheres, recolhida de casas de banho públicas, para fazer “pão Cachinhos Dourados”.

Cachinhos Dourados é uma história infantil escrita pelo autor e poeta inglês Robert Southey e publicada pela primeira vez em 1837.

Embora possa parecer bizarro fazer pão com urina, um estudo publicado este mês pela Agência Francesa de Planeamento Urbano parece dar-lhe razão. Os autores concluem que 29 milhões de pães poderiam ser produzidos diariamente com urina de casos de banho públicas, poupando 703 toneladas de azoto usadas em fertilizantes artificiais.

O 14.º arrondissement de Paris é a zona escolhida por Raguet para recolher a urina usada no seu pão que procura combater tabus. “A urina é um ótimo fertilizante. É um líquido negligenciado, geralmente descartado como lixo”, atirou a francesa, citada pelo NY Post.

A urina contém quantidades substanciais de azoto, potássio e outros nutrientes que as plantas extraem do solo. Para Raquet, a urina pública “deve ser tratada como uma mina de ouro”, que é constantemente desaproveitada.

É ideal substituir fertilizantes químicos e evitar a poluição que eles causam”, disse a aspirante a padeira citada pelo All That’s Interesting. “As pessoas realmente não sabem o que está a acontecer atrás da sanita. Tudo deve desaparecer como se fosse magia, está tudo oculto. Quando você faz xixi na água, as estações de tratamento removem os nutrientes”.

Ainda não se sabe ao certo como é que a urina afeta o sabor do pão. Embora se acredite que a urina é estéril, ainda há algum debate científico em torno do assunto. Além disso, os relatos de que o novo coronavírus pode estar presente nos esgotos de Paris (e Barcelona) deixa eventuais clientes de pé atrás.

Para evitar estes receios, Raguet dilui o ingrediente 20 vezes antes de aplicá-lo no trigo. A urina pode ser armazenada durante três meses, dada a sua natureza estéril.

Fonte e foto: ZAP

Comente com o Facebook:

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.