loading...

Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto (video)




Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto.

O novo teste, desenvolvido pelos investigadores israelitas, funciona de forma semelhante a um alcoolímetro, o aparelho usado em testes de alcoolemia que funciona através da expiração, e deteta a presença do novo coronavírus em apenas um minuto.

Para fazer o teste, o paciente só tem de soprar no dispositivo. O aparelho conta com um chip eletrónico equipado com milhares de sensores que indica a presença, ou não, do novo coronavírus, graças às suas propriedades óticas e eletromagnéticas que avaliam as partículas presentes na respiração.


Gabby Sarusi, da Escola de Engenharia Elétrica e Computação da Universidade Ben-Gurion, em Israel, explicou que, ao iluminar o chip com um determinado tipo de radiação, a resposta do instrumento difere caso detete a presença do vírus ou não.

O novo sistema analisa a amostra biológica e fornece um resultado, positivo ou negativo, através de um servidor em nuvem, que recebe automaticamente os resultados e os deposita num banco de dados à disposição das autoridades sanitárias.

De acordo com o portal EurekAlert, este novo teste para a covid-19 foi testado em 120 pacientes e apresentou uma taxa de sucesso em 90% dos casos.

As principais vantagens deste novo método são a precisão, a rapidez e o custo, sendo que, segundo o investigador, o valor estimado para cada avaliação ronda os 50 dólares. Além disso, o processo dispensa o manuseio de amostra ou uso de reagentes, uma mais-valia para os profissionais de saúde na linha da frente ao combate à pandemia.

Para os pacientes, este teste é muito cómodo e pouco invasivo, já que dispensa a zaragatoa característica do teste PCR, que é inserida na cavidade nasal para recolher amostras do fundo da garganta.

O objetivo desta equipa é que o novo teste em forma de “apito” seja utilizado em aeroportos, cruzeiros ou até para monitorizar a entrada de trabalhadores nas empresas. “O passageiro sopra e, enquanto recolhe a mala no raio-X, tem o resultado e pode viajar tranquilamente”, rematou Gabby Sarusi.

Fonte e foto: ZAP

Comente com o Facebook:

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.