loading...

Lâmpadas UV mostram resultados promissores contra o novo coronavírus



As lâmpadas UV que a cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, está a utilizar com parte do processo de desinfeção noturna de transportes públicos estão a mostrar resultados promissores no combate ao novo coronavírus.

Os resultados foram muito encorajadores”, disse David Brenner, cientista da Universidade de Columbia, instituição que sugeriu a técnica que recorre a poderosas lâmpadas ultravioleta às autoridades dos transportes de Nova Iorque, no mês passado.

“Como cientistas, vamos repetir os estudos. Vamos escrever [as conclusões] para a revisão de pares. Mas parece absolutamente certo que a luz UV é muito eficiente para matar este vírus”, concluiu o especialista, citado pelo jornal espanhol ABC.

Em meados de maio, as autoridades dos transportes de Nova Iorque começaram a utilizar lâmpadas UV com parte do processo de desinfeção em algumas composições e carruagens, aplicando este método durante as limpezas noturnas.

Os responsáveis admitiram alargar este método de desinfeção a mais transportes se a técnica mostrasse bons resultados na primeira fase de implementação.

Também a China tem recorrido à luz ultravioleta, cujas propriedades de destruição de vírus até ao nível celular são bem conhecidas, para limpar notas, desinfetar transportes públicos e combater vírus em meio hospitalar, recorda o portal Futurism.

No entanto, importa frisar, a luz UV traz também problemas, também conhecidos: a exposição a estas lâmpadas pode causar irritação e até cancro na pele – ou seja, esta só podem ser utilizadas quando não há pessoas à volta -, havendo ainda a questão financeira. Fontes atuais de radiação UV tendem a ser caras e têm uma durabilidade curta.

Fonte e foto: ZAP

Comente com o Facebook:

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.