loading...

Enfermeiro mata namorada porque pensa que ela o infetou com Covid-19



Antonio Pace, um enfermeiro, terá matado a sua namorada médica por suspeitar que esta o tinha infetado com o novo coronavírus.

Após o crime, o homem, de 28 anos, terá chamado a polícia e assumido a autoria do mesmo. Segundo reporta o The Sun, ambos teriam estado a trabalhar num hospital em Messina, na Sicília, na frente do combate contra a Covid-19.

A polícia viria a encontrar Lorena Quartana já sem vida no apartamento que partilhava com o namorado, e Antonio apresentava marcas de quem se tinha automutilado.

"Matei-a porque ela infetou-me com o coronavírus", disse o enfermeiro.

Sabe-se, contudo, que o casal se tinha sujeitado ao teste e ambos tinham um resultado negativo para Covid-19, embora ainda estivessem à espera da confirmação de novos testes.


Comente com o Facebook:

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.